Prepare-se para as dificuldades e para as oportunidades

Olá! Vamos refletirmos um pouco sobre como podemos nos preparar para os momentos difíceis e para as oportunidades que a vida nos traz.

Existe um texto bíblico que diz: “Vi ainda debaixo do sol que não é dos ligeiros o prêmio, nem dos valentes, a vitória, nem tampouco dos sábios, o pão, nem ainda dos prudentes, a riqueza, nem dos inteligentes, o favor; porém tudo depende do tempo e do acaso. Pois o homem não sabe a sua hora. Como os peixes que se apanham com a rede traiçoeira e como os passarinhos que se prendem com o laço, assim se enredam também os filhos dos homens no tempo da calamidade, quando cai de repente sobre eles” – Eclesiastes 9:11,12

Um dos entendimentos que temos a partir desses versos é que ninguém está livre de imprevistos. A vida nos traz todos os dias momentos desafiadores e momentos oportunos.

Como podemos nos preparar para lidar com as dificuldades e aproveitar melhor as oportunidades?

Uma atitude muito importante é a PREVENÇÃO. “É melhor prevenir do que remediar”. Você concorda com essa frase?

Você pode se prevenir de doenças alimentando-se adequadamente e fazendo exercícios físicos regulares. Você pode se prevenir de acidentes não dirigindo embriagado e respeitando as sinalizações de trânsito. Você pode se prevenir do desemprego agindo de acordo com as normas e valores da empresa e mantendo-se atualizado na sua função. Você pode se prevenir de problemas financeiros mantendo o controle dos gastos e tendo uma reserva de emergência.

Algumas pessoas possuem certa dificuldade com a prevenção e acabam tendo atitudes mais reativas do que preventivas. Você se comporta dessa maneira? Por quê?

Se pararmos para pensar em qualidade de vida, em bem-estar, em segurança, em liberdade, em sucesso, em realização…o que faz mais sentido para você: se prevenir ou remediar? O que vai lhe custar a prevenção? E a remediação, custa mais ou menos? Em qual situação você pode obter mais ganhos?

Dentro da educação financeira orientamos as pessoas a terem uma reserva emergencial, ou seja, um valor guardado para ser usado em um momento de dificuldade, como por exemplo numa situação de desemprego ou de gastos extras com a saúde. Esse valor também pode ser usado com algum imprevisto positivo, como por exemplo, na mudança de residência devido a uma promoção no trabalho. Interessante, não é mesmo? Esse valor também pode e deve ser usado para ajudar familiares e amigos que estejam passando por situações difíceis.

Vamos fazer a seguinte analogia: imagine que você vai fazer um bolo para comemorar o primeiro ano de vida do seu filho. Então você pode escolher ler a receita, verificar os ingredientes necessários e comprar alguns itens a mais para ter na sua despensa. Se tudo correr bem você terá um delicioso bolo no final para comemorar esse momento especial com a família, mas se algo der errado…ficará tudo bem também! Você estará preparado para acrescentar um pouco mais de leite ou de chocolate. Talvez o bolo demore um pouco mais para ser finalizado, mas ainda assim teremos bolo! Uma segunda opção é você decidir não olhar a receita, fazer tudo “de cabeça” e não ter nenhuma reserva dos ingredientes. Bem, nem preciso dizer o que vai acontecer caso algo dê errado! Você provavelmente ficará muito triste e se culpando pela falha durante um bom tempo.

Na vida financeira acontece o mesmo. As vezes decidimos confiar na nossa mente, fazemos a contabilidade mental e não nos atentamos ao planejamento e prevenção. Aí os problemas acontecem, e como vimos no trecho bíblico ninguém escapa deles, e as consequências podem ser desastrosas: perdemos tempo, dinheiro, energia e por vezes passamos meses ou até anos para recuperar os prejuízos. Isso sem falar do estresse e conflitos familiares que acabam desencadeando outros problemas ainda maiores.

Como você tem se preparado para possíveis dificuldades na sua vida? Como você tem se organizado para não deixar a oportunidades passarem?

Um pouco mais…reflita: você tem vivido ou sobrevivido?

Finalizo essa reflexão com outros dois versos bíblicos que dizem:

“Tesouro desejável e azeite há na casa do sábio, mas o homem insensato os desperdiça” – Provérbios 21:20

“A sabedoria protege como protege o dinheiro; mas o proveito da sabedoria é que ela dá vida ao seu possuidor” – Eclesiastes 7:12

Cuide desses recursos essenciais: da sua vida (corpo e mente), do seu tempo, dos seus talentos e dos seus tesouros. Eles valem muito e nos momentos adversos te ajudarão a obter equilíbrio e bem-estar!

Gratidão por esse momento! Até breve!

Este é um conteúdo da rede de colaboração dos alunos da prof. Vera Rita, de Psicologia Econômica e Educação Financeira #PEEF. No mês de setembro o assunto tratado é Reserva de Emergência.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: