Conceitos básicos relacionados a investimentos

Seja-bem vindo! Sinta-se em casa!

Ninguém nasceu sabendo tudo sobre investimentos, não é mesmo? Esse artigo é para você que começou a pensar sobre isso e não tem a mínima ideia de como as coisas funcionam.

Primeira coisa: está sobrando dinheiro? Eita coisa boa! Isso indica que você está fazendo o “dever de casa”, colocando em prática a regra de ouro: gastar menos do que ganha.

Agora é hora de investir e de fazer o dinheiro trabalhar para você.

Vou te apresentar 6 conceitos básicos e SUPER IMPORTANTES no mundo dos investimentos. Vamos lá?

1. O que é perfil do investidor? O perfil do investidor é definido a partir de uma avaliação realizada por meio de um questionário que mostra o nível de experiência de um investidor e a sua tolerância a risco. O perfil pode ser: CONSERVADOR (não quer correr riscos), MODERADO (aceita baixo risco), ARROJADO (disposto a correr riscos significativos de ganho ou perda).

2. O que é rentabilidade? Rentabilidade é o percentual de retorno obtido com uma aplicação. Exemplo: o investimento X oferece uma taxa média líquida de retorno de 0,7% ao mês. Ou seja, se você investir R$ 1.000,00, após um mês, terá R$ 1.007,00.

3. O que é risco? Risco é o grau de incerteza em relação ao retorno de um investimento. Risco alto, indica que o investimento pode ter um retorno acima do esperado, mas também muito abaixo do esperado. Existem estudos e estratégias para diminuir o grau do risco em um determinado plano de investimentos.

4. O que é liquidez? Liquidez diz respeito à facilidade, à capacidade de converter uma aplicação em dinheiro na conta corrente. Quanto mais rápido o processo de resgate ocorrer, mais liquidez o investimento possui. Exemplo: investimentos em imóveis tem baixa liquidez, uma vez que pode demorar alguns dias, meses ou até anos para você vender o imóvel e reverte-lo em dinheiro. Já uma poupança tem alta liquidez, ou seja, com facilidade o valor fica disponível na sua conta corrente. Ok?

5. O que é diversificação? A famosa frase diz tudo: “não coloque todos os ovos no mesmo cesto”. Diversificar os investimentos é dividir seu dinheiro em vários “potes”, talvez um pouco em renda fixa, um outro tanto em renda variável, enfim, a diversificação é uma estratégia para reduzir o risco de perda e para otimizar o retorno dos seus investimentos.

6. O que é constância? A constância nos valores investidos, ou seja, o hábito de poupar é tão importante quanto definir onde o valor será aplicado. É um fator essencial para alcançar, de forma equilibrada e sustentável, o sucesso do seu planejamento financeiro. Você é constante em seus investimentos?

Dica importante: procure por um especialista e informe-se sobre os tipos de investimentos. Fique atento: o melhor plano de investimento é aquele que atende às suas necessidades e está alinhado com o seu perfil e com os seus objetivos. E aqui já fica uma outra dica: busque por autoconhecimento. Autoconhecimento? Sim! Quais são os seus valores pessoais? O que é realmente importante para você? Se você tiver mais clareza sobre as suas condições atuais e sobre o que deseja para a sua vida ficará mais fácil montar um plano e ter sucesso nos seus investimentos. Faz sentido?

A partir desses aprendizados, qual será o seu próximo passo?

Até breve!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: