Educação Financeira na pandemia

E as finanças…como vão?

Todo fato traz consigo um aprendizado.

Os momentos ruins passam. Os momentos bons também passam. E o que você tem aprendido com eles? O que os anos vividos têm ensinado a você? O que os relacionamentos, os acontecimentos e as crises têm mostrado para você?

Estamos vivendo um momento desafiador. Mais difícil para uns, menos para outros. Financeiramente falando, qual é o aprendizado que você está tendo nesse momento de pandemia?

A educação financeira está a todo vapor! De verdade, faz mais de 10 anos que estudo sobre planejamento e organização financeira e este está sendo, com todo certeza, um momento crucial na educação financeira no Brasil.

Em 2020 a educação financeira passou a compor a Base Nacional Comum Curricular – BNCC. O que isso significa? Significa que o assunto “como lidar com o dinheiro” começou a ser ensinado e discutido nas escolas, nos ensinos infantil, fundamental e médio. Isso é muito positivo e importante para o nosso desenvolvimento pessoal, profissional e para o futuro do nosso país. Mas calma…ainda estamos dando os primeiros passos, ou melhor, ainda estamos engatinhando.

Além disso, com a crise do covid-19, muitos programas de educação financeira nasceram e outros aceleraram, visto a necessidade de dar apoio para a população. De acordo com a Confederação Nacional do Comércio – CNC, mais de 130 mil lojas fecharam permanentemente no segundo trimestre de 2020, gerando a destruição de quase 500 mil empregos com carteira assinada.

Pergunta 1: como estão as suas finanças nessa pandemia?

Pergunta 2: você faz parte de qual grupo? (leia o parágrafo a seguir para responder).

Talvez você faça parte do grupo que já estava numa situação complicada e agora se vê numa situação ainda pior (desempregado, com dívidas…). Talvez você faça parte do grupo que estava tranquilo e aí veio a pandemia e te pegou de “calça curta”. Quem sabe você pertença ao grupo que já tinha o hábito de se planejar, tinha uma reserva financeira e está conseguindo levar o problema em “banho-maria”, ou, quem sabe, você esteja no grupo de pessoas que não estão tão preocupadas com as receitas e despesas, mas sobretudo com os investimentos, buscando amenizar perdas e / ou rentabilizar a carteira. Em qual desses grupos você se enxerga?

Pergunta 3: o que você pode aprender com essa situação financeira atual?

Pergunta 4: o que você pode e vai fazer para melhorar essa situação?

Como escrito anteriormente, a educação financeira está a todo vapor. Independentemente do grupo do qual você faça parte, busque orientações com especialistas, estude, informe-se. Tem muito conteúdo de qualidade e gratuito disponível. E, se você é o tipo de pessoa que já entende um bocado do assunto, olhe a sua volta…o que você pode fazer para contribuir na educação financeira, para ajudar as pessoas a saírem do “fundo do poço”?

Esse momento vai passar. Vamos nos fortalecer e sair dessa com um novo olhar e uma nova atitude. Atitudes que vão nos possibilitar viver de um jeito mais leve com as nossas finanças e contribuir na sustentabilidade das gerações futuras.

Vamos cuidar da nossa saúde, das nossas finanças e ajudar o próximo, sempre!

Até breve!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: